Agenda de ações do projeto Capital Esperança

Cidadania e solidariedade fazem parte do projeto Capital com Esperança, campanha que reúne cerca de 20 mil voluntários em Brasília até o dia 22 de setembro.

No sábado, dois mil doadores de sangue escolheram o Estádio Nacional Mané Garrincha para formar uma gota gigante. A ideia dos voluntários foi chamar a atenção de cada cidadão e torcedor convidando-os a se tornarem doadores de sangue.

No domingo, dia 15, cerca de 500 voluntários limparam e revitalizaram quatro passagens subterrâneas para pedestres nas asas sul e norte, e três praças do Parque da Cidade.

Na segunda-feira, dia 16, o projeto Capital com Esperança mobiliza seus voluntários em vários pontos da cidade por uma vida sem drogas.

Na terça-feira, dia 17, 20 mil revistas de conscientização contra o abuso sexual e a violência doméstica serão distribuídos em semáforos da Av. Hélio Prates, em Ceilândia. A atividade acontece nos horários de maior circulação: às 7h e às 18h.

Dados da Central de Atendimento à Mulher apontam que o Distrito Federal é a unidade federativa com o maior número de denúncias de agressão contra mulheres no Brasil. Índices do ano passado apresentam Ceilândia como a região que possui o maior número de denúncias.

Na quarta-feira, dia 18, será o dia do incentivo à leitura e valorização da família. Mais de 100 mil livros, 40 mil rosas e milhares de abraços serão distribuídos. Esse ato ocorre das 8h às 12h na rodoviária do Plano Piloto e arredores.

Quinta e sexta-feira ocorrerá arrecadação e entrega de alimentos para famílias carentes.

No sábado, um ato pela paz e momento de oração pela Capital do Brasil vai reunir 20 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. Domingo, dia 22, os voluntários vão se concentrar no Parque da Cidade para promover a saúde em uma feira gratuita à população.

Contato/Imprensa:
Liane Prestes
61-9828-3796
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Siloé Almeida
61-9625-9669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.